Lenda do motociclismo mundial, Giacomo Agostini relembra sua vitoriosa história com a MV AGUSTA

- Em entrevista à revista Duas Rodas, o italiano 15 vezes campeão mundial conta detalhes da parceria com a MV AGUSTA e afirma “Espero que Valentino Rossi não bata meus recordes”

 

São Paulo, 11 de junho de 2012 – A edição de junho da revista Duas Rodas traz uma entrevista especial com o ícone do motociclismo mundial, o italiano Giacomo Agostini, 69 anos, 15 vezes campeão mundial, sendo 13 delas com uma MV AGUSTA.

 

Na entrevista, Ago conta, entre outros detalhes, como formou o “dream team” italiano com a fabricante MV e o Conde Agusta e sobre sua série histórica de vitórias com a marca italiana. “Foi uma união de muitos fatores favoráveis: experiência, talento e a grande moto que a MV AGUSTA me fornecia, que me permitia extrair 100% do meu desempenho. Muitos pilotos tentaram me superar na época, mas não tinham todas essas condições para conseguir”, conta.

 

A supremacia de Ago no Mundial de Motovelocidade em quase 20 anos de disputas é representada até hoje pelos insuperáveis recordes: foram 122 vitórias em 186 provas nas categorias 500cc e 350cc. Além disso, o italiano venceu todas as corridas que disputou entre 1968 e 1971 correndo com motocicletas MV. Perguntado sobre a possibilidade do amigo e compatriota Valentino Rossi bater seus recordes, Ago é categórico em dizer: “Espero que ele não consiga”.

 

MV AGUSTA: dos desafios, às vitórias

Para Domenico Agusta, filho do conde Giovanni Agusta, as competições sempre foram a melhor publicidade, principalmente para que uma marca se torne conhecida. Das corridas off-road em 1950 até os Grandes Prêmios (GP), a MV coleciona até hoje 38 títulos mundiais de pilotos e 37 campeonatos de construtores.

 

A trajetória de sucesso no competitivo mundo do motociclismo também trouxe muitos desafios, superados por uma equipe altamente qualificada, engenharia moderna e paixão pela velocidade.

 

Giacomo Agostini foi o piloto estrela da MV no mundo das competições. A parceria aconteceu em 1965 quando o visionário conde Domenico enxergou no jovem um talento a mais e o convidou para ser o segundo piloto da equipe, atrás do grande Mike Hailwood.

 

Agostini foi um sucesso imediato e conquistou muitos fãs, principalmente quando venceu o Grande Prêmio da Alemanha com uma MV 350cc, à frente de Hailwood.

 

Esta parceria durou 17 anos, nos quais, Agostini e a equipe italiana ganharam 13 títulos mundiais, dez vitórias no Tourist Trophy e mais de 250 outros triunfos. Mais do que um piloto renomado, Agostini representa a história do motociclismo e é considerado embaixador do esporte para a MV.

 

O eterno piloto ainda veste sua roupa de competidor em alguns eventos históricos importantes, e participa em Campeonatos Mundiais como comentarista de televisão.

 

Títulos da MV Agusta

75 títulos mundiais e 270 vitórias em Grandes Prêmios

 

37 Campeonatos Mundiais de Construtores

- 7 na classe 125cc

- 5 na classe 250cc

- 9 na classe 350cc

- 16 na classe 500cc

 

38 Títulos Mundiais de Pilotos

- 13 de G. Agostini (7 nas 500cc e 6 nas 350cc)

- 8 C. Ubbiali (5 nas 125cc e 3 nas 250cc)

- 7 J. Surtees (4 nas 500cc e 3 nas 350cc)

- 4 M. Hailwood (4 nas 500cc)

- 2 P. Read (2 nas 500cc)

- 2 G. Hocking (1 nas 350cc e 1 nas 500cc)

- 1 T. Provini (nas 250cc)

- 1 C. Sandford (nas 125cc)

 

Série especial F4 Ago

Para homenagear seu grande campeão, a MV AGUSTA lançou em 2003 uma série especial da superesportiva F4, batizada de F4 AGO.

 

Foram fabricadas apenas 300 unidades, com motor o novo motor de 1.000 cm3 de quatro cilindros em linha, 166 cavalos de potência e 16 válvulas radiais. Além disso, a F4 AGO trazia o número 1 na carenagem, lembrando as antigas MV pilotadas por Agostini nos campeonatos que disputou com a escuderia italiana.

 

Mais informações: www.mvagustamotos.com.br

 

Você vai gostar também:

Leave a comment

Add your comment below, or trackback from your own site. You can also subscribe to these comments via RSS.

Your email is never shared. Required fields are marked *